fbpx

Hey, Habib!

A Revista Oka lança o seu primeiro editorial de moda, aliando uma produção colaborativa e autêntica, com o objetivo de demonstrar artisticamente a beleza das fusões culturais. No lugar de grandes tendências difundidas pelo mercado da moda, Rafaella Oka, idealizadora da revista, traz à tona a sua miscigenação e autodescoberta fashion. Inspirada na cultura árabe, da qual é descendente, buscou aliar a sua paixão e admiração pela beleza cultural à homenagem ao seu sobrenome, do qual tanto se orgulha. Nasce o Conceito Oka. Compreendido por um estilo de se vestir sem quaisquer vínculos políticos, religiosos ou ideológicos, priorizando a liberdade de expressão e respeito à sua identificação pessoal. A Ressignificação dos looks nasce de peças comuns, comercializadas por diversos pequenos empreendedores em um centro de moda popular cearense onde, cada peça, ganha sua própria transformação conceitual com toque de inspiração na moda árabe, sem perder a brasilidade.

O casamento entre ótimas peças populares com o conceito luxuoso e sofisticado das vestes para mulheres do Oriente Médio em uma modelo brasileira e fora dos padrões, deu origem ao Conceito Oka. Uma revolução interna sentida pelo indivíduo que se permite ser exatamente aquilo que quer. A concretização deste trabalho ganha repercussão por ressaltar também a importância de um trabalho colaborativo através da união de competências diferenciadas que, reunidas e, em prol de um objetivo em comum, resultam em crescimento mútuo. O editorial de moda uniu em uma parceria inteligente o veículo digital Revista Oka, assinado pela produtora de conteúdo Rafaella Oka, direção de fotos por Hemerson Lima, produção de moda por Yve Batista, make-up por Eduarda Gomes, desenvolvimento web por Heverton Lustoza, colaboração criativa por Larissa Queiroz, beauty por Espaço Glamour e locação por Tempero do Mar. Além de todo staff, parceiros de moda feminina como Cosmopolita, KM 77 Moda, Inspire sua Moda, Eliene Star Fitness, Vesk Modas e Deia Bolsas e Acessórios colaboraram com as peças apresentadas.

Oka de que?

Oka é o sobrenome Sírio de Rafaella, herdado da sua avó materna, Tamina, hoje perpetuado como forma de admiração, respeito e homenagem à tudo que essa família representa. Oka é a origem de tudo, uma história que começou em Khabab, na Síria e criou belas raízes em Floriano, a princesa do sul do Piauí.

O meu padrão não se repete...

A mistura dos traços Sírios com a beleza brasileira fundem uma miscigenação digna de destaque por sua singularidade. A contemplação de uma personalidade única pode ser estendida a toda e qualquer mulher, singular em seus traços e desprendida de padrões. Nem magra, nem gorda, nem alta, nem baixa, nem branca, nem negra, sem parâmetros e com muita liberdade de ser exatamente aquilo que quer. O belo sem originalidade torna-se comum. Convidamos você a enxergar com olhos amorosos tudo que é diferente e, principalmente, tudo que diz respeito à essência do outro.

Uma mulher com conteúdo
faz o que quer

“Ser uma brasileira com um toque de pimenta síria, me permite exercer uma liberdade de experimentar de uma identidade miscigenada que me pertence e me faz ser eu mesma”.

Um toque de personalidade

Lenço de Cetim estampado

O lenço se torna um acessório capaz de acrescentar um toque de personalidade ao look, quando em harmonia com os demais itens. Manter o equilíbrio entre a composição de cores, principalmente quando o lenço possui uma bela estampa, é fundamental. Deixe-o ser protagonista!

A Quebra do básico

Se você não resiste a um look all black mas, ultimamente, sente que poderia dar um toque de personalidade e ousadia no look, quebre o padrão básico com uma composição de acessórios mais delicados e aposte em uma peça “wow” como o animal print, por exemplo, para roubar a cena!

O poder das cores

As cores tem o poder de transmitir mensagens sobre a nossa personalidade e humor. Para fazer bom uso e se jogar em todas elas até descobrir as que lhe deixam mais confiante, é testar. Uma super dica é fazer um teste de coloração pessoal e usar as cores que melhor realçam a sua beleza natural. Um ponto de cor impactante, quando bem pensado, é capaz de levantar todo o look.

Traços exaltados com orgulho

No Conceito Oka a originalidade e individualidade de cada pessoa é exaltada com seu próprio grande diferencial. Em um mundo pautado em um consumismo exacerbado onde querem copiar até os traços de uma celebridade considerada referência de beleza, porque não exaltar aquilo que te faz única? Esses traços que já foram motivo de insegurança e vergonha, hoje são evidenciados com orgulho. A liberdade para o autoconhecimento te permite olhar com carinho para o seu próprio eu antes de tomar quaisquer decisões que podem te modificar para entrar em um padrão em constante mutação. Já se olhou com carinho hoje?

Animal Print: Fato curioso

Na civilização antiga, usar pele de animal era símbolo de status e poder, usada por reis, nobres e figuras religiosas. As estampas de animais, assim como suas peles, começaram a ter seu status fashion no século 18, por remeterem ao universo exótico da África, e seus animais selvagens, e viraram sinônimo de ousadia e luxo. Até então, as estampas de animais estavam presentes no vestuário através do uso de peles, aos poucos as pessoas foram valorizando mais as formas e padronagem dos pelos dos animais do que sua pele em si. Foi o começo do “animal print”.

Look de Habib

Ouvi dizer que uma habib usa canga na cabeça, faz vestido de batinha, saída de praia de cardigan e combina bijouterias casuais com uma clutch super dourada. QUE? A assessoria não quis confirmar a informação mas eu sigo desconfiada de que tudo é possível…

O glamour está nos detalhes...

Unhas de Habib

A Lene, do Espaço Glamour, seguiu a nossa referência de unhas que remetem aos tons que reafirmam desde a suavidade ao poder e sofisticação das mulheres árabes. Utilizamos unhas postiças para unhas alongadas em formato quadrado. Nas cores, um tom terroso e o preto intercalando, em algumas, a aplicação de glitter flocado prata.

Design de Habib

O João, do Espaço Glamour, também contribuiu para o olhar marcante em todas as fotos. Ele foi o responsável por fazer um design de sobrancelhas que respeita o seu formato natural, sendo ainda melhor realçado na maquiagem. O design foi feito na pinça e, nessa técnica, são retirados um pelo por vez, tornando um trabalho mais detalhado e preciso. Isso fez toda a diferença!

Ressignificação e Protagonismo

@km.77moda

O vestido jeans com aplicação no decote assumiu o protagonismo do look e se reinventou como batinha, deixando um ar de conforto e modernidade. 

A @km.77moda é uma loja com fabricação própria especializada em jeans que vão do 44 ao 52. Fica localizada no centro Fashion Fortaleza, setor Amarelo. Av Filomeno Gomes, 430 com Rua Senador Pompeu, 2253.

@veks_modas85

O vestidinho estampado, cheio de leveza e personalidade entrou no look assumindo o papel de batinha. Na sua estampa e nas cores neutras encontra-se referência no Oriente Médio sem perder sua identidade como moda local cearense.

A @veks_modas85 é uma loja de moda feminina com fabricação própria. Possui peças que vão da moda praia aos looks casuais do dia-a-dia. Situada no Centro Fashion Fortaleza, Setor verde – Rua São Paulo, 1171.

@sejacosmopolita

O macacão azul da marca entrou como peça chave em um look sofisticado e com informação de moda. Uma peça única que remete a elegância e praticidade. 

A @sejacosmopolita é uma loja de moda feminina situada no Centro Fashion Fortaleza. Setor verde – Rua Doutor João Moreira, 1132.

O Poder dos acessórios

É preciso olhar além das tendências na hora de escolher os seus acessórios. Saber identificar o seu gosto pessoal de acordo com a sua personalidade, vai dar sentido ao look. Mais autenticidade e menos reprodução é trend!

Nacionalidade x Religião

Nacionalidade é diferente de religião. Nem todo árabe é muçulmano, assim como nem todo brasileiro é católico. Existem muitas mulheres que são árabes e não fazem o uso do véu, por exemplo, por não serem muçulmanas, que praticam o Slã. Algumas mulheres árabes costumam cobrir os cabelos e pescoço com um tipo de véu por motivos de religião. Hijab é o termo mais popular no ocidente para referir-se ao véu islâmico; trata-se do lenço que cobre os cabelos e o pescoço, com o rosto à mostra. Suas cores e desenhos variam de acordo com as tendências da moda. Nosso editorial trouxe uma referência respeitosa à essa tradição porém totalmente livre de política e religião. Nesse caso, optamos por utilizar lenços e cangas de praia para atingir a ressignificação das peças. 

Uma pitada de ousadia...

O acessório chamativo por sua estampa animal print, popularmente chamado cinto de oncinha, é um adereço super fashionista que vai literalmente marcar o seu look! Dentre uma infinidade de opções para encorporar o acessório ao seu mood, ele ganha um super destaque sobreposto a uma peça all black. Esse item é da loja Deia Bolsas e Acessórios, situada no Centro Fashion Fortaleza – Rua Barão do Rio Branco, box 2147, setor amarelo.

Uma peça que está super em alta e foi fundamental no nosso editorial é a blusa manga longa de tule preto. A peça possui muita versatilidade, e foi usada como segunda pele. Além disso, ela possui gola alta e o tule é texturizado, conferindo charme e feminilidade ao look. Esse item é da loja Inspire a sua Moda, que fica no Centro Fashion Fortaleza – Rua Conde D’Eu, boxes 2201 e 2203, setor amarelo.