Guia de cuidados para fios brancos e grisalhos
Guia de cuidados para fios brancos e grisalhos

Guia de cuidados para fios brancos e grisalhos

Hey, Habib! O cabeleireiro Thiago Martins preparou um guia de cuidados para fios brancos e grisalhos e explica como cuidar da saúde dos cabelos para manter a cor – seja nos cuidados diários ou na hora do retoque. Os fios brancos podem aparecer a qualquer etapa da vida. Apesar de associados à idade, a queda na produção de melanina, componente que dá pigmentação, está muito associada a uma questão genética.

O cabeleireiro Thiago Martins, embaixador da Yamá Cosméticos, conta que os primeiros fios grisalhos podem aparecer aos 15 anos de idade. Apesar de comuns, os cabelos brancos estão cercados de mitos e verdades, mas o fato é que exigem cuidados especiais – tanto para quem deseja cobrir 100% a raiz branca ou para quem decide assumi-la.

O fio branco é mais poroso e, por isso, nasce com uma textura diferente do restante do cabelo. A falta de pigmentação altera o caimento. Algumas pessoas ficam com o cabelo mais liso ou mais cacheado quando começam a ficar grisalhas, é normal. Contudo, pela porosidade, o fio tende a ser mais ressecado e afetado por fatores externos como os raios UV, poluição, cloro e até mesmo o cigarro, além do amarelamento da cor”, explica o especialista. 

Cronograma Capilar | cuidados para fios brancos e grisalhos

Assim, a recomendação do cabeleireiro Thiago Martins para manter a saúde e a beleza dos cabelos brancos é o cuidado frequente. A recomendação é realizar um Cronograma Capilar – intercalando produtos para Hidratação, Nutrição e Reconstrução.

Para não ficar na dúvida, basta ter em mente que a Hidratação repõe a água perdida pelo fio, a Nutrição é feita a partir de óleos vegetais e a Reconstrução garante a reposição da proteína dos fios. Em casa, o profissional recomenda intercalar o uso do clássico creme multifuncional Yamasterol Babosa (Hidratação), Yamasterol Argan (Nutrição) e Yamasterol Queratina (Reconstrução).

A dica serve tanto para quem utiliza os fios naturais, como para quem utiliza coloração ou tonalizante. No entanto, caso os fios estejam muito danificados, o ideal é procurar um profissional cabeleireiro e investir em tratamentos mais potentes como o Complexo Antiemborrachamento Yamá.

Como Matizar Fios Brancos

O Cronograma Capilar cuida da saúde dos fios e prepara a fibra para responder melhor a outros tratamentos e também aos fatores externos. “Além do cronograma, o fio sem pigmento adere muito mais partículas de poluição e até mesmo a fumaça do cigarro pode ser um fator que, se recorrente, aceleram o amarelamento.

Por isso, eu recomendo incorporar à rotina alguns produtos matizadores que auxiliam a neutralizar os pigmentos indesejáveis. Uma dica fácil de encontrar é a linha Ametista Blond, desenvolvida com Vitamina E e o Tamariliz, um ativo retirado do Tamarindo que possui alta ação antioxidante”, ensina Thiago Martins.

Ainda assim, é importante utilizar óleos ou creme de pentear com fator de proteção solar no dia-a-dia. O sol também acelera o amarelamento dos fios brancos e loiros. Se estiver na praia, o profissional lembra que um boné ou chapéu pode ser uma boa escolha para criar uma barreira extra de proteção.

Coloração ou Tonalizante: Como cobrir os fios brancos?

Antes de fazer a escolha por Tonalizantes ou Tinturas Permanentes é preciso avaliar a quantidade de fios brancos. “Para quem tem apenas 10% de fios brancos e deseja disfarçar, muitas vezes eu realizo mechas e reflexos – ou seja, ao invés da coloração, utilizo descoloração.

Para quem tem cerca de 30% de cabelos brancos, mas se incomoda, a dica é usar um tonalizante sem amônia da mesma cor da base dos cabelos, seja ela natural ou com reflexos coloridos. Esse tipo de produto, como o Tonalizante Professional Color da Yamá, é menos agressivo e indicado para quem não deseja mexer na cor base. O retoque pode ser feito de 15 , 20 ou 30 dias”, diz.

Já para pessoas com muitos fios brancos, as colorações permanentes são uma opção mais interessante para cobrir 100% das madeixas grisalhas. Ao contrário do tonalizante, elas penetram na fibra do cabelo, alterando a pigmentação dos fios e durando mais tempo. O ideal é buscar um profissional cabeleireiro para realizar o procedimento e a colorimetria.

Contudo, durante a quarentena, muitas pessoas estão retocando a raiz em casa. Para não errar, Thiago Martins recomenda o Mini-Kit Yamá Fashion Color, que conta com Água Oxigenada Cremosa, Intensificador de Brilho Nutritivo Yamá com Ação Antioxidante, Folheto Explicativo e um par de luvas plásticas.

Além disso, é preciso se atentar para algumas dicas básicas:

Minha dica é usar uma coloração permanente nas cores base, ou seja, com numeração única ou que possuem final zero, isso vai depende de cada marca, como 6 (louro escuro) ou 8.0 (louro claro). No mercado podemos encontrar opções como 8,  8.0 ou 8/0, no entanto, trata-se da mesma nuance.

Isso é importante porque a composição das cores base é absorvida pelos fios brancos, ao contrário das colorações com reflexo, ou seja, aquelas que possuem outros números no lugar do zero na caixinha, por exemplo 7/3 (louro médio dourado). Ao escolher esse tipo, no resultado final os fios brancos ficariam com reflexo dourado e um pouco transparentes”, detalha.

O fundamental é não esquecer de manter os cuidados diários com as madeixas – naturais ou coloridas. “Eu sempre explico para minhas clientes que o cabelo é igual a nossa pele, nós passamos cremes no rosto e no corpo diariamente e a mesma coisa deve acontecer com os cabelos”, finaliza Thiago Martins. 

Hey, Habib! Agora que você aproveitou esse guia de cuidados para fios brancos e grisalhos, que tal CLICAR AQUI e descobrir o seu cronograma capilar ideal com um teste simples de porosidade?

Leia Mais
A mais bela gordinha do Rio de Janeiro Sênior – Suelen da Costa