Conheça Ruth Chaves – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020
Conheça Ruth Chaves – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020

Conheça Ruth Chaves – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020

Hey, Habib! Conheça Ruth Chaves, uma das candidatas ao título de A Mais Bela Gordinha Virtual 2020. O concurso conhecido por eleger a mais bela gordinha do Brasil, criado pela modelo plus size e produtora, Cláudia Ferreira, lançou a sua primeira versão virtual, adequando-se à situação de pandemia que estamos vivendo. As inscrições foram abertas em maio e já contam com mais de 20 candidatas, de diferentes estados do Brasil.

A final será dia 11 de Julho e a comissão julgadora são técnicos que avaliarão, por vídeo, as candidatas finalistas entre os dias 01 a 10 de julho. Na final, teremos duas categorias, sendo uma “A mais bela gordinha virtual”, tradicional e sênior, e “A mais bela gordinha fotogenia”. As vencedoras receberão faixa e coroa, em suas residências, além de premiações de parceiros do concurso. Conheça a candidata Ruth Chaves!

Sobre a candidata Ruth Chaves

Conheça Ruth Chaves – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020
Conheça Ruth Chaves – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020

Sou Ruth Chaves, tenho 35 anos e represento o estado de São Paulo na categoria tradicional. Trabalho como cozinheira há 13 anos, para um casal de idosos bem simpáticos e tenho a sorte de trabalhar no que AMO. Sou grata por isso. Bom, sempre fui uma criança gordinha, entretanto, depois de investir pesado no meu amor próprio, HOJE digo com toda verdade do meu coração, que vivo feliz e em paz. Não só com meu corpo, mais principalmente com a minha estima.

Ao meu ver o problema da gordofobia é cultural. Criou-se o estereótipo de que um corpo gordo é sinal de doença e desleixo. Mas o que é ser doente? Isso vai Muito além de um biotipo corporal. Eu conheço pessoas, consideradas dentro dos padrões corporais, com diabetes, problemas no joelho, pessoas sedentárias. Isso mostra que isso vai muito além e mesmo aquelas que não tem tais problemas poderão ter outros, pois somos humanos.

Gordofobia x Respeito | A diferença entre destruir ou salvar vidas

Para mim, o problema é cultural. Eu penso que deveria haver uma matéria nas escolas e, principalmente, em faculdades de medicina sobre como RESPEITAR O DIFERENTE. Isso é tão sério que deveriam haver CAMPANHAS DE CONSCIENTIZAÇÃO e Humanização em rádios, canais de tvs de grande visibilidade e redes de internet. TUDO começa com o bullyng nas escolas, depois se estende pra vida, nos hospitais e em tudo à nossa volta. Eu penso que se tratarmos o mal pela raiz, fator educação, podemos sim fazer a diferença.

Já sofri com o preconceito. Tive depressão dos 11 anos de idade e, aos 24 anos e meio, tive transtorno alimentar, até 3 anos atrás. O meu conselho, baseado na minha experiência profunda no assunto, para quem sofre, assim como eu sofri, é:

  • (1) NÃO TENHA PENA DE SI MESMO, ISSO NUNCA TE FARÁ VENCEDOR.
  • (2)ASSUMA QUE ESTÁ DOENTE, SE FOR O CASO, E PROCURE AJUDA PROFISSIONAL.
  • (3) Você precisa REUNIR TODA FORÇA DE DENTRO DO SEU SER E LUTAR POR VOCÊ, POIS NINGUÉM PODERÁ LHE AJUDAR SE VOCÊ REALMENTE NÃO QUISER.


PARA O AGRESSOR, que pratica gordofobia, eu digo que se você faz isso “brincando” ou simplesmente por que não aceita o diferente, saiba que você está sendo o responsável por destruir vidas. São nas pequenas atitudes que realmente podemos mudar o mundo ou ser a causa de um mundo doente sem amor e respeito. Então, pare e pense em quem você quer ser na história da vida.

Autocuidado e mensagem de encorajamento

A primeira e mais valorosa dica é cuidar da saúde mental. Um espirito feliz e confiante terá um corpo com este reflexo. Faz bem procurar ter momentos de serenidade, tranquilidade, meditação,conectar-se com o seu interior. Eu, por exemplo, sou uma gorda chata (risos) e, com a força da profissão, não tem como negar. Sou totalmente a favor e tenho uma alimentação saudável, que é a segunda atitude que fez toda diferença na minha vida.

Mas calma, eu como o que tenho vontade. Apenas me programo com responsabilidade pra isso. Além disso, eu danço há 4 anos, dança de salão. Foi onde me completei e descobri que amo isso . Então, não importa onde você vai se identificar: na bicicleta, na caminhada, na zumba ou na hidroginástica, por exemplo. Movimente seu corpo e se liberte. O caminho da felicidade mora em você.

Se eu ganhar, desejo representar as mulheres de autoestima elevada, mulheres que são assumidas com a sua verdade, delicadas, corajosas, determinadas, libertas, fortes, femininas, mulheres felizes e orgulhosas de si e da sua trajetória. O meu conselho para as que estão na luta é assumam- se, valorizem-se as.

As respostas estão com você, na sua mente e no seu coração. A felicidade é uma escolha. SOMOS fortes e empoderadas, capazes de COMEÇAR quantas vezes for preciso. Não desistam! Rodeie a sua vida de pessoas que se importam e te querem bem e, sejam felizes. Juntas somos mais fortes!

Hey, Habib! A Revista Oka apoia ações de empoderamento e representatividade feminina. Por isso, estamos disseminando esse concurso por mais um ano. Agora que você conheceu a candidata Ruth Chaves, que está concorrendo ao título de A mais bela gordinha virtual 2020, aproveite para ler sobre moda para mulheres plus size, CLICANDO AQUI!

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Top 3 Stories

Leia Mais
Conheça Karla Samyra – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020
Conheça Karla Samyra – candidata ao título a mais bela gordinha virtual 2020