fbpx
A trajetória de uma terapeuta psicoespiritual com Rosália Sprandel
A trajetória de uma terapeuta psicoespiritual com Rosália Sprandel

A trajetória de uma terapeuta psicoespiritual com Rosália Sprandel

Hey, Habib! A Revista Oka dá início a uma série de entrevistas com mulheres reais e super inspiradoras. Na pauta de hoje nossa convidada, Rosália Sprandel, compartilhou conosco a trajetória de uma terapeuta psicoespiritual. Nos presenteando com um lado mais pessoal da sua profissão, ela nos contou um pouco da sua história, como tudo começou, além de relatar uma verdadeira experiência única. Confira!

Um pouco da história | Como tudo começou…

Me chamo Rosália, sou terapeuta Integrativa Psicoespiritual em Curitiba. Vou contar um pouco da minha vivência com o mundo espiritual, que acabou sendo um grande incentivo para fazer o que eu faço hoje. Venho de uma família de mulheres conectadas com a espiritualidade.

Minha bisavó materna era benzedeira, a paterna praticava quiromancia, a avó materna possui visão extrafísica e a minha mãe sempre foi uma pessoa aberta aos assuntos relacionados a espiritualidade.

Então, sempre foi algo natural pra mim. Nunca foi tabu conversar sobre o mundo espiritual dentro de casa. Quando pequena, tive algumas visões do mundo espiritual e depois, na fase adulta, as experiências passaram a ser com viagem astrais. O desprendimento do corpo astral passou a ser algo consciente.

Sentia a vibração da glândula pineal como um grande barulho na cabeça e, então, sentia desprender parte por parte do meu corpo. Saía e via meu corpo deitado na cama. Eu estava totalmente consciente, a sensação de leveza fora do corpo é algo indescritível.

Uma verdadeira experiência única | A trajetória de uma terapeuta psicoespiritual

A trajetória de uma terapeuta psicoespiritual com Rosália Sprandel
A trajetória de uma terapeuta psicoespiritual com Rosália Sprandel

Ao meu lado, via a presença de seres extrafísicos, outras vezes apenas sentia a presença da minha mentora, outrora me locomovia com a velocidade do pensamento para outros planos, até mesmo para cenários de vidas passadas. Neste caso se abria uma grande tela na minha frente e ali eu via minha vida passada que precisava ressignificar e curar na vida presente.

O tempo/ espaço nas outras dimensões não é linear, as experiências trouxeram um grande aprendizado e transformaram a minha vida, foi a partir daí que fiz a escolha de trabalhar como terapeuta levando em consideração a multidimensionalidade do ser.

Não há como ignorar nossa verdadeira essência quando saímos da teoria e passamos a vivenciar a nossa porção espiritual. Muitas pessoas ainda estão dormindo para essas questões, mas estamos num momento no nosso planeta de grande despertar da consciência.

Posso ver na prática nos meus atendimentos o aumento do interesse por este tema, pessoas tendo experiências que nunca haviam tido, é o véu cada vez mais fino, estamos descobrindo que todos nós podemos ter estas vivências, basta estar com o coração aberto e se conectar com nosso verdadeiro ser.

Hey, Habib! Agora que você conheceu um pouco da trajetória de uma terapeuta psicoespiritual com Rosália Sprandel, que tal CLICAR AQUI para entender ainda melhor sobre esta profissão?

Comentários

Leia Mais
A mais bela gordinha tradicional do Rio de Janeiro – Priscila Torres